quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Invisible

Olá! valeu pelos comentários meninas.
Bem ando totalmente pra baixo esses tempos,e não apenas pela compulsão é por tudo na minha vida,sinto que alguma engrenagem parou e agora tudo só dá errado.
Só como e como a cada minuto,e ai me desespero,e ainda parece que estou invisível pra todo mundo em todo lugar.
Faz tempo q não me corto,mas tome Marax e passei mal como sempre,mas foda-se só quero morrer mesmo,o problema é ser uma covarde e não ter coragem de fazer isso.
Outra coisa que me irrita ultimamente é a falta de personalidade das pessoas que me cercam,tipo eu sou a borderline por aqui sabe,as pessoas não sabem o quanto é difícil pra mim conseguir realmente gostar de alguma coisa,ai quando eu realmente gosto de algo vem um idiota e começa a copiar a única coisa que eu realmente consigo gostar,me deixa puta isso!
Quero socar alguém...de verdade!
Nyhan... nyhan quero morrer,e em partes sei que nenhum comentário que em deseje força  vai mudar isso,é por isso que também não tô comentando nada nos blogs de vcs,por que não adianta eu chegar ler um problema absurdo e dizer "força flor" então desculpem não estar comentando nos blogs de vcs.

Vou indo muito chateada.
beijoos

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Oi oi amores
Só passando rápido tem gente aqui perto, então tô correndo.
Compulsão e agora comecei um NF,a  meta? 72 horas,não ando muito motivada não,mas eu quero emagrecer e isso pra mim já é o suficiente.
Só vou ficar na água e + água,não me importo!
Já tô me enchendo de água.
Ain ain quero tanto ser thin enquanto sou jovem pq qndo eu ficar velha vai ser osso,e nao qro esperar até lá.
beijos e força
 Quem vcs preferem???(só o corpo ok)




terça-feira, 14 de agosto de 2012

Oi.
Estou tentando passar nos blogs de vcs ok?então não me xinguem de vadia ingrata rsrs.
Agradeço aos comentários do último post e principalmente ao anonimo  por que véi vc me deu um UP.

Tomei uns 3 remédios diferentes na noite de sábado e passei o domingo todo com o estomago na garganta,ânsia de vomito incrível.
Nunca tenho coragem de tomar um coquetel absurdo de remédios,vodka e algo do tipo agua sanitaria,mas se eu nao me ajeitar corto os pulsos e pulo na linha do trem.
Vou visitar vocês.
Beijos amores
I want: 
Alguém que chore por mim
Que sinta minha falta.
Mais no final...só vão me encontrar depois de sofrer mto.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Sumida

Andei sumida eu sei,mas não tenho muitas novidades a contar.
Pensei em excluir o blog várias e várias vezes,mas sei que mesmo excluindo o blog a ana vai continuar me atormentando então não tem sentido algum ficar sozinha nessa luta.
Desculpem ter ficado fora por tantos dias,mas realmente não tenho o minimo animo de vir até aqui e dizer o quanto continuo gorda ou o quanto estou deprimida.

Fiz aniversario esses dias e o desafio "minha meta meu aniversário" não foi cumprido,já estava deprimida mas quando pensei nisso meu dia desabou ainda mais,por que sou uma orca imensa e nojenta.

Não sei e é normal uma única pessoa passar por tantas crises existenciais em períodos de tempo tão curtos,mas é o que acontece comigo,o tempo todo e isso me deixa irritada demais.
Simplesmente tenho que ir ao psicologo ou psiquiatra e arranjar um remédio pro borderline por que está acabando comigo de verdade.

é só isso,vou limpar as coisas pq é só pra isso que sirvo nessa casa.
Beijoos

Carta da Ana(Completa!)


Querida Leitora,

Permita me apresentar. Meu nome, ou como sou chamada, pelos também chamados 'doutores' é Anorexia. Anorexia Nervosa é meu nome completo, mas você pode me chamar de Ana. Felizmente nos podemos nos tornar grandes parceiras. No decorrer do tempo, eu vou investir muito tempo em você, e eu espero o mesmo de você.

No passado você ouviu seus professores e seus pais falarem sobre você.Diziam que você era tão madura, inteligente, e que você tem tanto potencial. E eu pergunto, aonde tudo isso foi parar? Absolutamente em lugar algum! Você não é perfeita, você não tenta o bastante! Você perde muito tempo pensando e falando com amigos! Logo, esses atos não serão mais permitidos.

Seus amigos não te entendem. Eles não são verdadeiros. No passado, quando inseguramente você perguntou a eles:- Estou gorda?- E eles te disseram:- Não, claro que não!-você sabia que eles estavam mentindo! Apenas eu digo a verdade! E sem falar nos seus pais! Você sabe que eles te amam e se importam com você, mas uma parte é porque eles são pais, e são obrigados a isso.Eu vou te contar um segredo agora: Bem no fundo, eles estão desapontados com você. A filha deles, que tinha tanto potencial, se transformou em uma gorda, lerda, e sem merecimento de nada!

Mas eu vou mudar isso.

Eu espero muito de você. Você não tem permissão para comer muito. Eu vou começar devagar: Diminuindo a gordura, lendo tabelas de nutrição, cortando doces e frituras, etc. Por um tempo os exercícios serão simples: Corridas, talvez exercícios localizados. Nada muito serio. Talvez você perca alguns quilos, tire um pouco de gordura deste seu estomago gordo! Mas não irá demorar muito até eu te dizer que não está bom o suficiente.

Eu vou te fazer diminuir calorias consumidas e vou aumentar a carga de seus exercícios. Eu vou te forçar até o limite! Eu preciso fazer isso, pois você não pode me derrotar! Eu estarei começando a me colocar dentro de você. Logo, eu já vou estar lá. Eu vou estar lá quando você acordar de manha, e correr para a balança. Os números começam ser amigos e inimigos ao mesmo tempo, e você, em pensamento reza para que eles sejam menores do que ontem à noite. Você olha no espelho com enjôo. Você fica enjoada quando vê tanta banha nesse seu estomago, e sorri quando começam a aparecer seus ossos. E eu estou lá quando você pensa nos planos do dia: 400cal e 2h de exercícios. Sou eu quem esta fazendo esses planos, pois agora meus pensamentos e seus pensamentos estão juntos como um só.

Eu te sigo durante o dia. Na escola, quando sua mente sente vontade, eu te dou alguma coisa para pensar! Recontar as calorias consumidas do dia. Elas são muitas. Eu vou encher sua cabeça com pensamentos sobre comida, peso e calorias. Pois agora, eu realmente estou dentro de você. Eu sou sua cabeça, seu coração e sua alma. A dor da fome, que você finge não sentir, é eu dentro de você!

Logo, eu não vou estar te dizendo o que fazer com comida, mas o que fazer o tempo todo! Sorria, se apresente bem. Diminua esse estomago gordo, Droga! Deus, você é uma vaca gorda!!! Quando as horas das refeições chegarem, eu vou te dizer o que fazer. Quando eu fizer um prato de alface, será como uma refeição de rei! Empurre a comida envolta! Faça uma cara de cheia...Como se você já tivesse comido! Nenhum pedacinho de nada...Se você comer, todo o controle será quebrado...E você quer isso?

Ser de novo aquela vaca gorda que você era? Eu te forço a ver uma revista de modelos. Aquele corpo perfeito, magro, dentes brancos, essas modelos perfeitas te encaram pela pagina da revista! E eu te faço perceber que você nunca será uma delas. Você sempre será gorda, e nunca vai ser tão bonita quanto elas! Quando você olhar no espelho, eu vou distorcer sua imagem, e te mostrar uma lutadora de sumo mas na verdade existe apenas uma criança com fome. Mas você não pode saber da verdade, pois se você souber, você pode começar a comer de novo e nossa relação pode vir a cair, e me destruir!

Às vezes você vai ser rebelde. Felizmente não com muita freqüência. Você vai dar força aqueles últimos pensamentos, e talvez entrar naquela cozinha escura! A porta vai se abrir devagar, você vai abrindo a porta do armário e colocando sua mão naquele pacote de biscoitos, e você vai simplesmente engoli-los, sem sentir gosto nenhum na verdade, você faz isso pelo simples fato que você esta indo contra mim. Você procura por outra caixa de biscoitos, e outra e outra. Seu estomago está cheio de massa e gordura, mas você não vai parar ainda. E o tempo todo eu vou estar gritando quero que você pare, sua vaca gorda! Você realmente não tem controle, você vai engordar!

Quando isso acabar, você vai vir desesperada para mim de novo, e me pedindo conselhos porque você não quer ficar gorda! Você quebrou uma regra, e comeu, e agora você me quer de volta. Eu vou te forçar a ir ao banheiro, ajoelhada e olhando para a privada! Seus dedos vão para dentro da sua garganta, e com uma boa quantidade de dor, a comida vai toda sair. Você vai repetir isso varias vezes, ate que você guspa sangue a água, e saiba que toda aquela comida se foi! E quando você se levantar, você vai sentir tontura.Não desmaie! Fique em pe agora mesmo!Sua vaca gorda!Você merece sentir dor!

Talvez a escolha de te fazer ficar cheia de culpa vai ser diferente. Talvez eu escolha te fazer se encher de laxantes, e você vão ficar sentada na privada ate altas horas da manha sentindo seu estomago se revirar. Ou talvez eu faça você se machucar, bater sua cabeça contra a parede, ate você ganhar uma dor de cabeça insuportável! Cortar também e bem útil.Eu quero ver sangue, quero ver ele cair sobre seu braço, e naquele segundo, você vai perceber que merece qualquer tipo de dor que eu te dou! Você vai ficar deprimida, obcecada, com dor, se machucando e ninguém vai notar? Quem se importa?!?!? Você merece!

Ah, isso e muito duro? Você não quer que isso aconteça com você? Eu sou injusta? Eu faço coisas que apenas vão te ajudar! Eu vou fazer que seja possível parar de pensar em emoções que te causam stress. Pensamentos de raiva, tristeza, desespero e solidão podem ser anulados, pois eu vou tirar eles de você, e encher sua cabeça com contas metabólicas de calorias. Vou te tirar a vontade de sair com pessoas de sua idade,e tentar agradar todos eles. Pois agora eu sou sua única amiga, eu sou a única que você precisa agradar!

Mas nos não podemos contar a ninguém. Se você decidir o contrario, e contar como eu te faço viver, todo o inferno vai voltar! Ninguém pode descobrir, ninguém pode quebrar esta concha que eu tenho construído com você! Eu criei você, magra, perfeita, minha criança lutadora! Você é minha, e só minha! Sem mim, você e nada! Então, não me contrarie. Quando outras pessoas comentarem, ignore os! Esqueça deles, esqueça todos querem me fazer ir embora. Eu sou seu melhor apoio, e pretendo continuar assim.

Com sinceridade.

Ana